Funk

Na semana passada estava no engarrafamento da Jardim Botânico e o caos se instalou no carro. Tinha no banco de trás uma criança do século XXl presa pelo cinto e sem nada para fazer. Quem tem sabe o tamanho da encrenca. Apelei pro rádio, que pro Martín é tão exótico como um gramofone. Ele ficou curioso por aquele aparelho sem touchscreen e sem internet. Fui passando as estações até que tocou um funk.
 
– Deixa aí! Eu gosto desse.
 
Ahn?
 
“Essa novinha é terrorista
é especialista
Olha o que ela faz no baile funk com as amigas”
 
Musica dez, letra zero: média cinco, passa. Deixei o rádio tocar. Martín cantou junto. Onde será que o pilantra aprendeu isso? Quem ensinou? Você ouve Mozart e Chopin em casa e seu filho acaba sabendo de cor uma letra do MC Kevinho. Se Darwin visse a cena descartava a Teoria da evolução.
 
O importante é que a música, por assim dizer, acabou com a bagunça no carro, então o rádio continuou onde estava. Acabou o MC Kevinho e entrou o MC G15
 
“Sou esse cara que você está vendo
Sou problemático, um pouco ciumento
Mas você sabe que sou foda na cama”
 
Mal terminei de assimilar esses sutis versos de poesia parnasiana, dignos de um Olavo Bilac e já veio a pergunta:
 
– Papai, o que é “foda na cama”?
 
– Errrr…foda na cama é…errrr… um adulto… err.. um adulto que dorme muito bem…errr.. que deita na cama é já pega no sono…errr…e só acorda no dia seguinte.
 
Minha presença de espírito desativou a armadilha pedagógica. Respirei aliviado. Fiquei até me sentindo gênio por ter resolvido tão bem a arapuca.
 
Mas o que eu tenho mesmo de genial é a ingenuidade.
 
Desde a semana passada Martín já falou para todos os conhecidos (e alguns desconhecidos também), que o pai é muito “foda na cama”.
 
As reações variaram entre gargalhadas sarcásticas, no caso da mãe dele, até o constrangimento pré-infarto, no caso da senhorinha do 804. Passando, é claro, por todos os níveis de vergonha alheia entre o mais diverso público. Todos ficam me olhando com aquela expressão de “seu pervertido!” e quando explico que a culpa é do MC Kevinho e do MC G15 o olhar muda para “seu pervertido preconceituoso!”
 
E tem gente que reclama da Galinha Pintadinha.

One thought on “Funk

Deixe uma resposta