Diversidade for rent

Como adepto do empreendedorismo na linha Bel Pesce, vou utilizar este espaço para divulgar minha nova empresa, a Escadaria.

A idéia surgiu quando comecei a reparar que nos eventos e festas que vou estão sempre as mesmas pessoas, basicamente o corpo de baile do hipsterismo zona sul carioca. Aquele mar de barbudinhos de óculos de aro grosso, como se eu estivesse numa sala de espelhos. Muito debate, muito projeto, muita teoria e, claro, muita explicação para tudo. Todas as questões do mundo se resolvem no salão dos barbudinhos.

O único problema é que nesses lugares os objetos de tanta teoria nunca estão lá. O sujeito que fez doutorado em populações marginalizadas na Sorbonne encontra o que fez pós em moradias de baixa renda em Harvard, conversam horas e descobrem que nenhum dos dois nunca conheceu um morador da Maré ou do Alemão. Isso gera certo desconforto e talvez algum constrangimento, ainda mais agora que autenticidade virou a palavra da moda. Mas onde encontrar esses moradores sem precisar atravessa o túnel? E como fazer com que eles concordem com toda essa teoria? É aí que eu encontrei minha chance: o aluguel de diversidade para festas e eventos

Assim como empresas oferecem super-heróis para animar festas infantis a Escadaria criou um cardápio de personagens que tornam sua festa ou evento memorável, e ainda melhor, fazem seu marketing pessoal chegar à estratosfera. Aqui vão alguns exemplos:

– Morador da Periferia: muito popular em época de eleições, o Morador da Periferia dá todo um verniz social/engajado no seu evento. Seu figurino é montado de acordo com o gosto do cliente. Temos fantasias de “funkeiro”, “crente”, “sambista vintage” e pobre freestyle. Na hora combinada o Morador da Periferia vai encenar uma epifania ao ouvir o contratante falar sobre sistema de transportes, hospitais públicos etc. Sucesso garantido.

– Empregada Doméstica Evangélica (EDE) – Um hit do nosso catálogo de personagens. Funciona muito bem em festas pequenas. A Empregada Doméstica Evangélica finge um ataque ao ver um casal gay ou alguém fumando um baseado. Essa será a deixa para que o nosso cliente faça o seu ensaiado discurso a favor da tolerância, que a Empregada vai ouvir atenta, com lágrimas nos olhos. No final ela dirá que acaba de ouvir palavras divinas e vai se atirar aos pés do contratante, para regozijo dos presentes. Prepare-se para a salva de palmas! Mediante um pequeno acréscimo a EDE também pode vir acompanhada da FAG, Filha Adolescente Grávida, para que o contratante possa brilhar ainda mais com as suas teorias antropológicas.

– Fã de Sertanejo – Esse é sempre um êxito em shows e eventos musicais sofisticados. Na hora determinada o Fã de Sertanejo vai pedir ao cliente, em voz alta, para tocar Bruno & Marrone ou Luan Santana. Com calculada condescendência este irá perguntar se ele não prefere João Gilberto. O Fã irá responder com a pergunta que é o nirvana do teórico musical:

– Quem é João Gilberto?

Este questionamento permitirá ao contratante exibir aos seus pares toda sua cultura musical. No final da aula o Fã de Sertanejo irá irromper em lágrimas, por ter desperdiçado a vida ouvindo musicas que não eram do gosto dos presentes.

– Colecionador de Romero Britto – indicado para vernissages e feiras de arte. Ele interrompe o cliente durante uma conversa e diz que não gosta das obras expostas porque não são bonitas e diz preferir Romero Britto, cujo trabalho decora toda sua mansão na Barra da Tijuca. A menção à Barra e a Romero Britto por si só já causaria o suficiente mas quem contrata a Escadaria não se contenta com pouco. Por um pequeno adendo temos também as “Senhora Classe Média Indignada” que exigirá a interdição da mostra por subversão e/ou atentado aos bons costumes, o que não só garantirá o êxito da mostra como matérias em todos os jornais.

O cardápio de personagens e cenas da Escadaria é extensa e certamente tem o mais adequado para que voce possa deslumbrar todo seu network, sem precisar sair da zona de comforto.

Como diz nosso lema: Escadaria, trazendo o diferente para que você possa continuar igual.

 

Texto publicado originalmente no site www.projetocolabora.com.br

One thought on “Diversidade for rent

  1. regin@ disse:

    Você é impossível… ri muito…

Deixe uma resposta