O bom protesto

O bom protesto não é protesto, é manifestação. Protesto tem uma conotação negativa, parece coisa do contra, e quem é do contra não é bom. A manifestação deve ocorrer no domingo de manhã, na orla, de preferência num dia bonito, de sol. Na praia não atrapalha o trânsito e resulta em fotos bonitas, pra cima. Se for de manhã, melhor ainda, assim não perturba o movimento dos shoppings à tarde. E os manifestantes devem andar de branco, isso é fundamental, quem tá de branco não quer sujar a roupa e não se envolve em confusão. Confusão não é bom.

Quanto ao tema, a boa manifestação se atêm a temas universais. A paz por exemplo. Manifestação pela paz é algo lindo. Inclusive por que ninguém é contra a paz. Até os bandidos mais facínoras são a favor. Então esse é um bom tema para uma manifestação. Tem que ser a favor. Outra coisa importante é a ausência de líderes. Essa coisa de líder não funciona, sempre dá problema. Quem é que controla esse líder? Lider não é bom. Partido político também não é bom. Esses partidos que participam de manifestações nas ruas são ruins, muito ruins. Os bons ficam nos salões nobres, nos gabinetes. Então manifestações com presença de partidos são ruins. Faixas são aceitáveis, desde que sejam positivas. “Viva a paz!” por exemplo. “Viva o Brasil!” também é muito boa. E se houver crianças brancas, louras ( albinos não valem) e com olhos azuis segurando cartazes pedindo paz o sucesso midiático está garantido, dá até para fazer anúncio de iogurte.

A manifestação boa é silenciosa, flui pelas ruas e avenidas como um córrego tranquilo. Nada de gritos ou qualquer algazarra. É este silêncio que será ouvido nos gabinetes dos governantes. Caso o governante seja meio surdo e não consiga ouvir o que os manifestantes disseram ou caso esteja ocupado com outros afazeres, bastará a ele ligar a TV ou ler os jornais para saber como foi a manifestação. Se ela for adequada, ordeira e pacífica, uma boa manifestação, com bons propósitos, os meios de comunicação terão o prazer de transmitir a mensagem da maneira correta ao governante e à toda a população. Está provado pela história que esta é a forma mais eficaz de se conseguir uma mudança.

Se alguém não concordar é porque tem algo de errado.

Deixe uma resposta